Notícias Relacionadas

Newsletter

Terça, 31 de Julho de 2018 - 16h35

Exclusivas uagro

Tabelamento do frete é um erro, diz liderança do agro

Como alternativa, empresas do setor estão investindo em frotas próprias de caminhões

DATAGRO

A criação de uma tabela de preços mínimos para o frete rodoviário é um erro, disse Francisco Matturro, vice-presidente da Abag e presidente da Agrishow, nesta terça-feira (31), em São Paulo (SP). “Tudo o que já foi tabelado nunca deu certo, não funciona numa economia de livre mercado”, ressaltou, com exclusividade, à reportagem do Portal Uagro/DATAGRO, nos bastidores de entrevista coletiva da Abimaq sobre o desempenho do segmento de máquinas e implementos agrícolas no primeiro semestre. 

De acordo com o dirigente, o tabelamento atinge em cheio justamente o agronegócio, especialmente pelo fato de as margens do produtor rural serem tradicionalmente reduzidas. “Quem entende do segmento de commodities agrícolas sabe disso, deste impacto.” Segundo Matturro, como alternativa, empresas que atuam no agronegócio, como, por exemplo, as tradings, estão montando ou reforçando frotas próprias de caminhões. “É uma maneira de driblar o tabelamento de terceiros.”

O dirigente alertou que, devido à greve dos caminhoneiros e todo o imbróglio envolvendo o tabelamento do frete, há um quadro de atraso na entrega de insumos, especialmente fertilizantes nas lavouras, o que pode gerar algum tipo de impacto na safra. Na ocasião, Matturro revelou, ainda, que a partir da edição 2019, a Agrishow passará a contar com uma área de 44 hectares destinada aos sistemas integrados e intensivos de produção agrícola, entre os quais a integração-lavoura-pecuária-floresta (ILPF).


Link

Compartilhar