Notícias Relacionadas

Newsletter

Quarta, 11 de Julho de 2018 - 16h05

Exportações de carne bovina recuam pelo 3º mês consecutivo

Greve dos caminhoneiros e ausência de importações do mercado russo impactaram negativamente os resultados

DATAGRO

As exportações brasileiras de carne bovina registraram queda de 47% em volume no mês de junho, totalizando 64.910 toneladas. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e foram compilados pela Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO).

A entidade destaca que junho foi o mês com a terceira queda consecutiva nas vendas. A ABRAFRIGO ressalta que as vendas externas foram afetadas pela greve dos caminhoneiros, além da ausência das importações do mercado russo, que não acontecem desde dezembro de 2017.

As receitas também foram impactadas no último mês, com queda de 37%, somando US$ 317,7 milhões, ante US$ 507,4 milhões registradas em igual período de 2017.

No acumulado do semestre, as exportações atingiram 681.910 toneladas e a receita US$ 2,71 bilhões contra 655.947 toneladas e US$ 2,63 bilhões nos primeiros seis meses de 2017.

Segundo a entidade, mesmo com os resultados ruins de junho será possível atingir a meta de um crescimento de 10% nas exportações do ano.

A maior parcela das exportações (43%) foi para a China, através da cidade estado de Hong Kong e do continente, que adquiriu 296.428 toneladas no primeiro semestre de 2018, com receita de US$ 1,21 bilhão. O segundo maior cliente foi o Egito, com importações de 70.943 toneladas; em terceiro veio o Chile, com 51.172 toneladas

Projeções - Na avaliação da ABRAFRIGO, o segundo semestre de 2018 será um período de recuperação das exportações, pois tradicionalmente os maiores clientes elevam suas aquisições. Além disse a entidade destaca que se espera o retorno da Rússia que representava quase 10% das vendas brasileiras do produto. Em 2017, a Rússia já havia adquirido 75.105 toneladas de carne bovina brasileira no período.

Link

Compartilhar