Notícias Relacionadas

Newsletter

Quinta, 24 de Maio de 2018 - 09h01

Recuo no preço dos alimentos contribui para controle da inflação

Itens importantes para consumo das famílias como açúcar, frutas e pescadas registram queda nas cotações

DATAGRO

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo IPCA-15, registrou variação de 0,14% em maio, a menor taxa para o mês desde 2000, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse cenário foi favorecido pelo recuo no preço dos alimentos com importante peso no índice que reflete consumo das famílias.

Mesmo com a elevação de 35,68% na cebola, 6,10% nas hortaliças e 3,75% no feijão-carioca, o açúcar cristal (-3,90%), pescados (-3,51%), frango inteiro (-1,60%), arroz (-1,35%) e frutas (-0,97%) tiveram recuo nos preços.

Em nota, o coordenador geral de Estudos e Análises do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Garcia Gasques, destaca que “vários fatores podem ter influenciado esse aumento dos preços, mas os mais prováveis são, o tempo, que nos primeiros meses do ano é chuvoso, e a variação relacionada à sazonalidade dos produtos, principalmente das hortaliças".

Por outro lado, observa Gasques, “os cereais (-6%), carnes (-1%), e aves e ovos (-4,4%) têm tido reduções de preços neste ano. Como esses produtos têm peso elevado nas gastos das famílias, a sua contribuição tem sido favorável aos resultados do índice de inflação.

Link

Compartilhar