Notícias Relacionadas

Newsletter

Quarta, 04 de Outubro de 2017 - 08h16

Exclusivas uagro

Seca deve reduzir moagem de cana-de-açúcar no Centro-Sul

Processamento pode ser de 601 milhões de toneladas, acompanhada pelo aumento da previsão sobre o rendimento industrial

DATAGRO

A seca que tem predominado na região Centro-Sul durante os últimos 115 dias tem levado a uma redução na perspectiva sobre a moagem de cana em algumas microrregiões, embora seja compensada pela melhora na concentração de sacarose.

Diante desse cenário, a DATAGRO Consultoria atualizou o balanço de oferta e demanda da safra 2017/18 ao reduzir a projeção sobre a moagem de cana de 605 para 601 milhões de toneladas, acompanhada pelo aumento da previsão sobre o rendimento industrial, de 133,00 para 133,86 kg ATR/tc, queda de 0,9% sobre a safra anterior.

Os dados sobre a produção de etanol no Centro-Sul também foram levemente alterados, passando de 24,985 bilhões de litros, para 24,976 bilhões. Desse montante, 480 milhões de litros são derivados do milho.

O cenário de clima seco não interferiu nas projeções para a produção de açúcar, que se manteve em 36,8 milhões de toneladas.

A nível Brasil, a moagem de cana deve totalizar 644,9 milhões de toneladas, com um rendimento industrial de 133,73 kg ATR/tc, queda de 1,1% sobre a safra anterior.

Ainda de acordo com a DATAGRO, a expectativa é de que a safra de cana em 2017/18 no Centro-Sul termine em 31 de março de 2018.

Link

Compartilhar