Notícias Relacionadas

Newsletter

Terça, 08 de Agosto de 2017 - 16h46

Mais de mil cabeças de gado morrem após comerem ração contaminada

Produtor teve prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões.

Uagro

Cerca de 1,1 mil cabeças de gado morreram após comerem silagem úmida de milho, que estava embolorada. O caso aconteceu na fazenda Monica Cristina, localizada em Ribas do Rio Pardo, próximo a Campo Grande (MS).

Segundo informações do Portal G1, os animais estavam prontos para o abate, e por isso o prejuízo ao dono dos animais, Persio Ailton Tosi chegou a aproximadamente R$  2 milhões.

Mais de mil cabeças de gado morrem com suspeita de toxicação (Foto: Marca7/Divulgação)

Em entrevista ao G1, o diretor-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul (Iagro), Luciano Chiochetta disse que as mortes começaram na última sexta-feira (4). A suspeita, conforme ele, é de intoxicação por toxina botulínica, devido ao consumo da ração.

A suspeita clínica de morte do gado por botulismo, conforme Chiochetta, é fundamentada nos sintomas que os animais apresentavam quando estavam morrendo como: andar cambaleante e paralisia dos membros posteriores e depois dos inferiores até que ficavam deitados no chão. Depois o quadro se agravava com a paralisia total e parada cardiorrespiratória.

Ele explica que uma equipe da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que esteve no local, antes da chegada dos técnicos da Iagro, coletaram amostras que estão sendo analisadas nos laboratórios da agência e vão ajudar a confirmar as suspeitas da causa da morte dos animais. “Foram coletadas amostras do fígado e do rúmen dos animais mortos, da ração úmida de milho, da silagem comum, do feno e da água”.

Em nota, o Iagro disse que os ingredientes usados para a fabricação da ração na propriedade são de uso permitido por lei, mas podem ter havido falhas na conservação, propiciando condições favoráveis ao desenvolvimento do Clostridium e consequente produção da toxina.

A agência informou ainda que os resultados de laboratório podem demorar 20 dias para serem concluídos e que estão sendo tomadas todas as medidas necessárias para identificação da causa, bem como a resolução do problema.

Link

Compartilhar