Notícias Relacionadas

Newsletter

Terça, 13 de Junho de 2017 - 09h05

Agricultura tem prejuízo de quase R$ 20 mi devido às chuvas em SC

Safras de feijão, milho, além da produção de leite estão entre as atividades mais prejudicadas

Uagro

Os agricultores de Santa Catarina ainda contabilizam as perdas por conta do excesso de chuvas nas lavouras. Um levantamento feito pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri), da Secretaria da Agricultura indicam que neste início o prejuízo total chega a R$ 19,3 milhões.

Milho e feijão estão entre as lavouras mais prejudicadas por conta da chuva em SC

Segundo o relatório, as chuvas prejudicaram principalmente as safrinhas de feijão e milho, que estão em fase final de colheita, além da produção de leite. O levantamento que analisou as chuvas no período de 27 de maio a 9 de junho, constatou que as regiões mais atingidas pelas chuvas foram o Oeste, Extremo Oeste, Sul e Rio do Sul.

A produção de leite na região de São Miguel do Oeste gira em torno de 1,7 milhão de litros por dia e as perdas nesse período de chuvas chegam a 10%. Considerando o preço médio pago pelas agroindústrias, que é de R$ 1,39/ litro, e os 14 dias de mau tempo, os prejuízos já somam mais de R$ 3,3 milhões.

VEJA TAMBÉM: SC: metade da produção de feijão está comprometida por conta da chuva 

Nas lavouras de milho silagem e sorgo o maior problema é a dificuldade na colheita. E nas plantações de feijão 2ª safra, a quebra na produção deve chegar a 40%. Os produtores não conseguem colher os grãos e as estimativas são de que 12 mil sacas de feijão sejam perdidas, um prejuízo que passa de R$ 1,4 milhão (considerando o preço médio de R$ 118/saca).

Os impactos nas lavouras de milho grão e soja ainda não foram quantificados.

Link

Compartilhar