Notícias Relacionadas

Newsletter

Segunda, 15 de Maio de 2017 - 09h55

Produtor tem economia de 14% com uso de fertirrigação

Além da questão financeira, o sistema traz ganhos ambientais, já que promove a destinação correta de material orgânico

Uagro

Utilizado no Brasil há mais de 30 anos, o sistema de fertirrigação – que utiliza o tratamento de dejetos animais pelo processo de biodigestão na produção de fertilizante - está gerando economia para os produtores rurais em Mato Grosso do Sul. Além da questão financeira, o sistema traz ganhos ambientais, já que promove a  destinação correta de material orgânico.

Produtor destaca economia de R$ 600 reais com uso de fertirrigação

Em Sidrolândia, os dados comprovam a viabilidade do sistema. O proprietário, Altair Alves Ferreira, por exemplo, investiu R$ 1.200 na formação de uma área (1 hectare) com pastagem feita a partir de forrageira específica para produção de leite e R$ 4.150 para construir o espaço de fertirrigação. “Se considerarmos o investimento total de R$ 5.350 e a economia que o produtor citou, em no máximo seis meses ele recuperará o que investiu. Além disso, terá a vantagem de futuramente só precisar adquirir mais tubulação para ampliar a área irrigada”, pontua o técnico de campo do Senar/MS, Francisco Assis Borges.

Ferreira é proprietário de um lote de 16 hectares, no município de Sidrolândia. Depois de visitar uma propriedade em Terenos quejá utilizava a técnica, construiu em janeiro, o espaço com tanques de alvenaria, tubulações, motor e aspersor (utilizado para irrigar áreas cultivadas). “A pastagem adubada ficou pronta para corte em 60 dias e possibilitou a economia de 14% no custeio da atividade. Em números significa que estou deixando de gastar R$ 900 reais pelo segundo mês consecutivo”, detalha.

Além da economia com a compra de ração, Ferreira aumentou a produção de leite e manteve a média diária de ordenha, mesmo com seis animais a menos em lactação (prenhas). “A produção no período que iniciei a suplementação com forrageira era de 120 litros, no entanto, trabalhava com 18 animais. Consegui sustentar a produção e planejo aumentar a área de pasto irrigado ainda este ano”, acrescenta.

Link

Compartilhar